O Legado do testamento: a comunidade de Casca em perícia

Front Cover
Núcleo de Estudos sobre Identidade e Relações Interétnicas (NUER), 2002 - Blacks - 438 pages
0 Reviews
A Constituição Federal de 1988 assegura aos remanescentes de comunidades dos quilombos que estejam ocupando suas terras a propriedade definitiva das mesmas. A Comunidade de Casca, RS, foi a primeira no sul do Brasil a ser reconhecida como remanescente de quilombos. Uma perícia antropológica possibilitou esse processo de reconhecimento e estimulou muitos outros pleitos iniciados desde então. O texto apresentado neste livro é resultado dessa perícia e do laudo emitido pela antropóloga Ilka Boaventura Leite e é importante contribuição para o conhecimento da tradição intelectual da produção de laudos, para a discussão crítica dessa prática antropológica e parar o debate de soluções viáveis de encaminhamentos de confrontos e interesse, no sentido de garantir os direitos das coumunidades rurais negras às suas terras.

From inside the book

What people are saying - Write a review

We haven't found any reviews in the usual places.

Contents

algumas questões para o debate
17
Quesitos para a Perícia Antropológica
37
Introdução
45
Copyright

8 other sections not shown

Common terms and phrases

Bibliographic information