Espacialidades em rede: população, urbanização e migração no Brasil contemporâneo

Front Cover
Editora C/Arte, 2005 - Social Science - 261 pages
0 Reviews
O combate às desigualdades sociais justifica a existência de diferentes formas de se estudar o Brasil. Para tanto é indispensável enxergá-lo sob distintas escalas geográficas, o que requer a colaboração de muitos e o exercício da interdisciplinaridade paciente. A tarefa é desafiadora, porque sempre fomos mundializados, mas também repletos de grotões, fronteiras, lugares ermos e distantes, nos quais a urbanização do século XX lançou as luzes da modernidade. Foi assim que os grandes espaços geoeconômicos que delineiam os vários Brasis tornaram-se meta-regiões vertebradas por redes urbanas. Por essas redes fluem a socioeconomia, a diversidade ambiental, a pluralidade cultural e as segmentações sistêmicas promotoras de pobreza e exclusão. Nesse grande País, antigos e novos processos socioespaciais podem ser reconhecidos nas gentes que nascem, permanecem ou erram pelas cidades em busca de trabalho e melhores condições de vida.

From inside the book

What people are saying - Write a review

We haven't found any reviews in the usual places.

Contents

Prefácio
7
Caracterização da Rede de Localidades Urbanas Centrais
61
Pobreza urbana e a dimensão socioespacial nos processos
213
Copyright

2 other sections not shown

Common terms and phrases

Bibliographic information