História universal da destruição dos livros: das tábuas sumérias à guerra do Iraque

Front Cover
Ediouro, 2006 - 438 pages
3 Reviews
Medo, ódio, soberba, intolerância e sede de poder foi o que sempre motivou os destruidores de livros, cuja intenção na verdade nunca foi destruir o objeto em si, mas o que este representava - o vínculo com a memória, o patrimônio de idéias de toda uma civilização. Este livro oferece uma visão aterradora da devastação, que se inicia no Mundo Antigo, passando pela Inquisição e pelos tempos das conquistas, até a catástrofe mais recente - a destruição de um milhão de livros no Iraque, como conseqüência de uma guerra absurda.

What people are saying - Write a review

We haven't found any reviews in the usual places.

Bibliographic information