Uma família inglesa: scenas da vida do Porto (Google eBook)

Front Cover
Da Cruz Coutinho, 1875 - Portuguese fiction - 360 pages
0 Reviews
  

What people are saying - Write a review

We haven't found any reviews in the usual places.

Related books

Selected pages

Contents

Common terms and phrases

Popular passages

Page 41 - Já uma manifestação de um viver mais recolhido, mais íntimo, porque o peitoril tem muito menos de indiscreto do que a varanda. Algumas casas ao fundo dos jardins; jardins assombrados de acácias, tílias e magnólias e cortados de avenidas tortuosas; as portas da rua sempre fechadas. Chaminés fumegando quase constantemente.
Page 84 - Em resultado disto, continuava a deliciar-se com aquelas quatro paredes escuras, com o tecto de castanho apainelado, que o tempo enegrecera, com o chão áspero e picado pelos insectos, com as janelas de construção antiga, de pequenos caixilhos, e abundantes em fechos, aldrabas e postigos, com a porta de fortaleza, cujos gonzos perros tinham um chiar, que era para Manuel Quintino como o timbre...
Page 54 - ... sobras do lunch, que lhe cabiam em partilha. Jenny erguia-se a cada momento para servir o pai, atendendo a particularidades, fúteis de mais para merecerem a observação do criado ou de outrem que não fosse uma filha. Numa destas ocasiões, Mr. Richard, como se não tivesse perdido ainda o fio da conversa anterior, disse a meia voz: — E' que há oito dias que nem aparece no escritório e.
Page 195 - Jenny, esta admirava-se da mudança de ideias, que se operára n'elle; se procurava mostrar-se jovial, percebia-se-lhe o esforço para conseguil-o. Tudo isto dava muito que pensar á irmã. Um dia, Jenny viu-o arremessar de si, com manifesto enfado, um livro que estava lendo.
Page 52 - ... vitórias lhes evita os sonos perigosos, dão a esses argonautas do comércio um prestígio respeitável, que certas ridículas exterioridades não podem sufocar. Como complemento ao estudo do caráter de Mr. Richard Whitestone daremos aqui a tradução dos versos do Dr, Mackay, por ser o conceito deles afinado pelo sentir do honrado negociante. Era esta mesma canção a que os soldados ingleses entoavam na Crimeia, durante a campanha daquele tempo; e ao partirem da pátria, enquanto os instrumentos...
Page 54 - O' Butterfly, good morning! How do you do, sir?— exclamou Mr. Richard, saudando o seu cão predilecto, que lhe estendeu a pata como para um shake-hand. Havia n'isto um requerimento a uma fatia de fiambre, o qual o inglez não indeferiu.
Page 40 - ... a que se sujeitam velhos casarões com o intento de os modernizar; o saguão, a viela independente das posturas municipais e à absoluta disposição dos moradores das vizinhanças; a rua estreita, muito vigiada de polícias; as ruas, em cujas esquinas estacionam galegos armados de pau e corda e os cadeirinhas com o capote clássico; as ruas ameaçadas de procissões, e as mais propensas a lama; aquelas onde mais se compra e vende; onde mais se trabalha de dia, onde mais se dorme de noite.
Page 50 - ... fazia aquisição nos melhores mercados da Europa e principalmente no Covent Garden market e no Pantheon de Oxford Street. A natureza tinha sempre muito que fazer ao remediar os resultados da arte do velho comerciante. Felizmente para o aspecto geral do jardim, Mr. Richard Whitestone era exclusivo nas afeições floristas. A uma única planta dedicava, em cada época do ano, os seus cuidados horticultores. Por aquele tempo, eram as begonias as suas prediletas. Ia um destroço nelas, ocasionado...
Page 54 - ... durante todo o tempo em que tinham guardado silencio, o mesmo pensamento ocupara o espírito de ambos. Receio que os redatores do Times não tivessem desta vez conseguido cativar a atenção do seu leitor. Levantou-se por fim o ingles. Lavando as mãos e estendendo a vista pelos floridos tabuleiros do jardim, murmurava ainda: — Parece mal. É mau costume. E saiu da sala para o gabinete. Jenny acompanhou-o. — E demais nem tanto custa — : dizia ele ainda, pelo caminho. Enfiando a sobrecasaca...
Page 52 - Foi pois a música correspondente a esta canção, que Mr. Richard interrompeu quando, ao entrar na sala, viu que com um único talher estava preparada a mesa. — Carlos está ainda na cama? disse, voltando-se para Jenny e em um tom em que se revelavam ligeiros indícios de mau humor. Cumpre-me avisar aqui os leitores de que, para dupla comodidade, minha e deles, farei falar portugues a Mr. Richard e até segundo as regras da gramática, cuja autoridade nunca reconheceu. Jenny sentiu a necessidade...

Bibliographic information