A barca dos homens

Front Cover
Editora Rocco, Sep 29, 2011 - Fiction - 290 pages
0 Reviews
A barca dos homens é considerado o primeiro grande romance de Autran Dourado. É, como o próprio autor define, uma "história de caça e pesca". A trama gira em torno da perseguição ao inconsequente Fortunato, um deficiente mental que teria roubado uma arma. A ameaça sacode o pacato cotidiano e começa a mexer com a realidade e com os sonhos de habitantes e veranistas de uma ilha no litoral brasileiro. Aqui, a iminência de um perigo gratuito e irracional faz aflorar sentimentos e desejos ocultos. Logo vem a revelação inevitável: ninguém é o que parece. Forças reprimidas surgem com a energia de uma ressaca, em ondas que ameaçam arrebentar tudo, mas que, por algum motivo, acabam fracas, "lambendo" a areia da praia. Como no mar, o ciclo recomeça e, um dia, pode ser que o final seja diferente. Autran Dourado nos guia pelo microcosmo, até então tranquilo, da população humilde da ilha. Nesse passeio, conhecemos o rude tenente Fonseca, o despertar da rica Maria, a agonia de Frei Miguel e as vidas de tantos outros personagens. Em comum, todos parecem sentir de alguma forma a repressão que caracteriza suas existências e a vontade crescente de dar vazão a seus anseios. Ao criar o quadro social e psicológico de uma comunidade, Dourado envolve o leitor com imagens fortes e personagens com características mitológicas e reais. Autor vencedor do Prêmio Camões (2000) e do Prêmio Machado de Assis (2008).
 

What people are saying - Write a review

We haven't found any reviews in the usual places.

Selected pages

Contents

Section 1
Section 2
Section 3
Section 4
Section 5
Section 6
Section 7
Section 8
Section 17
Section 18
Section 19
Section 20
Section 21
Section 22
Section 23
Section 24

Section 9
Section 10
Section 11
Section 12
Section 13
Section 14
Section 15
Section 16
Section 25
Section 26
Section 27
Section 28
Section 29
Section 30
Section 31
Section 32

Other editions - View all

Common terms and phrases

About the author (2011)

WALDOMIRO AUTRAN DOURADO nasceu em Patos de Minas, Minas Gerais, em 1926, e morou no Rio de Janeiro de 1954 até seu falecimento em 2012. Nenhum outro escritor brasileiro possui os prêmios e honrarias do romancista. Há vários livros seus traduzidos e mais de quarenta teses de mestrado e doutorado sobre sua obra. É autor de 23 livros, entre romances, novelas e ensaios. Seu romance Ópera dos mortos foi escolhido pela Unesco para integrar a Coleção de Obras Representativas da Literatura Universal. Os sinos da agonia, outro trabalho de sua autoria, foi adotado nos exames de Agregação das Universidades Francesas. Além dos pelo menos nove prêmios que recebeu no Brasil, o autor foi contemplado também com o Prêmio Goethe de Literatura do Brasil e o Prêmio Camões, em Portugal, pelo conjunto de sua obra.

Bibliographic information