A cegueira e o saber

Front Cover
Editora Rocco, Aug 12, 2011 - Fiction - 312 pages
0 Reviews
“Para escrever é preciso começar por se abster da força e apresentar-se à tarefa como quem nada quer” – as palavras de Clarice Lispector são colocadas em prática nas deliciosas crônicas ensaísticas de Affonso Romano de Sant’Anna. Poeta laureado com um prêmio Jabuti, crítico literário e catedrático, o autor consegue a proeza de abarcar uma grande variedade de temas, demonstrando raro domínio em tudo aquilo sobre o que se debruça. É embasado por esse invejável conhecimento de causa que Romano de Sant’Anna nos leva por um vasto passeio literário, visitando diversas épocas e provando que a boa literatura – nova ou antiga – permanecerá relevante e cheia de fôlego enquanto existirem pessoas e palavras. Os temas aqui tratados vão desde a mítica relação entre a cegueira e a literatura – assunto de uma série de artigos brilhantes – até um perfil da amante de Flaubert, figura que teria inspirado a célebre Madame Bovary. Além das análises inspiradas, o autor nos brinda com “causos” literários preciosos, como o do arrependimento de André Gide por ter aconselhado a prestigiada editora francesa Gallimard a não publicar o livro Em Busca do Tempo Perdido, de Proust. “Um dos remorsos mais cruéis de minha vida”, lamentaria Gide, anos depois. Por tudo isso, é inevitável que, ao longo da leitura, o prazer com que este livro foi escrito transborde das páginas para o leitor.
 

What people are saying - Write a review

We haven't found any reviews in the usual places.

Selected pages

Contents

Section 1
11
Section 2
Section 3
Section 4
Section 5
Section 6
Section 7
Section 8
Section 13
Section 14
Section 15
Section 16
Section 17
Section 18
Section 19
Section 20

Section 9
Section 10
Section 11
Section 12
Section 21
Section 22
Section 23
Section 24

Other editions - View all

Common terms and phrases

About the author (2011)

Affonso Romano de Sant’Anna é intelectual, poeta e cronista. Foi diretor da Biblioteca Nacional e professor visitante nos Estados Unidos, na Alemanha e na França. Tem mais de 40 livros publicados, entre eles O enigma vazio (ensaios), Textamentos e Vestígios (poesia) e Fizemos bem em resistir (antologia de crônicas).

Bibliographic information