A memória de Ulisses

Front Cover
Editora José Olympio, Oct 28, 2011 - Literary Collections - 383 pages
0 Reviews
Lucchesi transita entre o sonho e a realidade. Entre o sentido e o abandono. Nada mais natural para um poeta que, como os alquimistas, trabalha com os contrários, com a loucura apolínea e sobriedade dionisíaca. Há um incessante movimento em busca de um sentido perdido, de uma interpretação do mundo. A MEMÓRIA DE ULISSES, reunião de textos do autor, oferece uma oportunidade única de reler ou de conhecer uma parte importante da criação literária de Lucchesi.A MEMÓRIA DE ULISSES confirma a tendência do autor em desconstruir a estrutura do texto, de “enganar as palavras”. Dono de profunda precisão verbal, Lucchesi não é um autor qualquer. Seu texto foge da simplicidade, mas se mantém aberto à criação. O resultado é uma mistura de prosa e poesia, numa linguagem que exige atenção do leitor.
 

What people are saying - Write a review

We haven't found any reviews in the usual places.

Selected pages

Contents

Section 1
Section 2
Section 3
Section 4
Section 5
Section 6
Section 7
Section 8
Section 25
Section 26
Section 27
Section 28
Section 29
Section 30
Section 31
Section 32

Section 9
Section 10
Section 11
Section 12
Section 13
Section 14
Section 15
Section 16
Section 17
Section 18
Section 19
Section 20
Section 21
Section 22
Section 23
Section 24
Section 33
Section 34
Section 35
Section 36
Section 37
Section 38
Section 39
Section 40
Section 41
Section 42
Section 43
Section 44
Section 45
Section 46
Copyright

Other editions - View all

Common terms and phrases

About the author (2011)

Marco Lucchesi, carioca, professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro, publicou, dentre outros livros, Ficções de um gabinete ocidental, A memória de Ulisses, Meridiano celeste, Sphera, Poemas reunidos (finalista do Prêmio Jabuti 2002), Os olhos do deserto, A sombra do Amado: poemas de Rûmi (Prêmio Jabuti 2001), O sorriso do caos, Bizâncio (finalista do Prêmio Jabuti de Poesia 1999). Organizou as edições de Jerusalém libertada, de Tasso, e de Leopardi: poesia e prosa, Artaud, a nostalgia do mais e Caminhos do Islã. É tradutor de diversas obras, entre elas A ilha do dia anterior (finalista do Prêmio Jabuti 1996) e Baudolino (finalista do Prêmio Jabuti 2002), de Umberto Eco.

Bibliographic information