Um brasileiro na China: o olhar de um jornalista estrangeiro sobre o país que mais cresce no mundo

Front Cover
Ediouro, 2007 - China - 269 pages
1 Review
Quando foi convidado para ser o correspondente do jornal O Globo, em Pequim, na China, ainda no início de 2004, o autor já vislumbrava um pouco os possíveis transtornos que deveriam viver jornalistas estrangeiros num país cujo governo ainda não gosta muito de dar satisfações de seus atos a ninguém e tampouco vê com bons olhos jornalistas de modo geral. Chegando em Pequim, em meados de 2004, percebeu que os medos não deveriam ser bem esses. Ou melhor, não apenas esses. E que a China, esse (ainda) desconhecido país de história milenar, é um lugar de que se aprende a gostar, mas que parece surpreender a cada dia. A China transforma em clichê vazio aquela história de 'país de contrastes'. Este livro trata-se de um livro de crônicas, um olhar brasileiro sobre um país. O livro traz os seguintes capítulos - Gente demais; Que comunismo é esse?; Chinglish; Religião é o ópio do povo; O que é meu é nosso? O público e o privado; Pirataria epidêmica; Homossexualismo na China - um iceberg; No escurinho do cinema. Quer dizer, da sala; Na ponta da agulha; Na telinha chinesa, a cena pop; O quinto elemento; Mao Tsé-tung e o PCC, quem diria...; Cachorro não é comida; A nova arte vermelha; Bilhões de livros; A República da China; Sobre banheiros, genitálias e hábitos em geral; No topo do mundo, a polêmica; A difícil relação com o Japão; entre outros.

What people are saying - Write a review

We haven't found any reviews in the usual places.

Bibliographic information