Brasil-Estados Unidos: a rivalidade emergente (1950-1988)

Front Cover
Editora José Olympio, Jan 15, 2013 - History - 280 pages
0 Reviews
A obra de referência Brasil - Estados Unidos: a rivalidade emergente (1950-1988) ganha edição revista e ampliada pelo professor Luiz Alberto Moniz Bandeira. O estudo revela que a “tradicional amizade” entre os dois países sempre constituiu um estereótipo ideológico manipulado com o objetivo de influenciar a política exterior do Brasil. Baseado em ampla documentação, Moniz Bandeira mostra como o relacionamento entre as duas potências das Américas nem sempre foi suave e tranquilo. No século XIX, o Brasil suspendeu três vezes (1827, 1847 e 1869) as relações diplomáticas com os Estados Unidos, e não aceitou, passivamente, sua hegemonia, ainda que, até a primeira metade do século XX, dependesse das exportações para o gigante norte-americano.
 

What people are saying - Write a review

We haven't found any reviews in the usual places.

Selected pages

Contents

Section 1
Section 2
Section 3
Section 4
Section 5
Section 6
Section 7
Section 8
Section 12
Section 13
Section 14
Section 15
Section 16
Section 17
Section 18
Section 19

Section 9
Section 10
Section 11
Section 20
Copyright

Other editions - View all

Common terms and phrases

About the author (2013)

Luiz Alberto de Moniz Bandeira nasceu em Salvador, Bahia, em 30 de dezembro de 1935. Formado em Direito, é doutor em Ciência Política pela Universidade de São Paulo e professor titular de história política exterior do Brasil, no Departamento de História da Universidade de Brasília (aposentado). É autor de mais de 20 obras, entre elas Presença dos Estados Unidos no Brasil — Dois Séculos de História, O Governo João Goulart — As Lutas Sociais no Brasil (1962-1964) e De Martí a Fidel — A Revolução Cubana e a América Latina. Atualmente reside na Alemanha

Bibliographic information