COVID-19 e o olhar social

Capa
EdUFRR, 17 de jun. de 2020 - 174 páginas

 A presente obra apresenta uma agenda exploratória, descritiva e analítica sobre os impactos do novo coronavírus, responsável pela pandemia da COVID-19 em diferentes áreas da realidade, razão pela qual o olhar social emerge como a pedra de toque da reflexão e imersão nesta complexa problemática.

Organizado em sete capítulos, o presente livro foi estruturado por meio de um recorte teórico eclético e um convergente método dedutivo, com base em revisões bibliográficas e documentais no levantamento de dados e em hermenêutica sociológica e análise gráfica e esquemática. 

No primeiro capítulo, “A pandemia da COVID-19 na América do Sul”, é feita uma discussão panorâmica sobre o número de contágio e mortes na fase de aceleração da contaminação no continente, por meio de um estudo comparado entre os doze países sulamericanos, excluído o caso do Departamento Ultramarino Francês, a Guiana Francesa.

No segundo capítulo, “COVID-19 e as batalhas dos Cientistas Sociais contra a necropolítica”, apresenta-se um mapeamento analítico das primeiras reflexões temáticas produzidas pelos cientistas sociais frente ao desafio de combater os efeitos adversos da pandemia do novo coronavírus no Brasil.

No terceiro capítulo, “COVID-19 e a violência contra a mulher”, a discussão objetiva analisar o ambiente de isolamento social emergido contra a COVID-19 e suas repercussões no aumento da violência de gênero à luz dos aportes teóricos de Hannah Arendt e Pierre Bourdieu e de relatos midiáticos nacionais e internacionais.

No quarto capítulo, “COVID-19: desafios nas favelas e periferias brasileiras”, a pesquisa traz uma análise dos principais fatores que contribuem para que as favelas brasileiras sejam as regiões mais afetadas pela COVID-19 ao longo do tempo de difusão da pandemia, bem como discute a medidas de isolamento social e o pacote de auxílio emergencial.

No quinto capítulo, “Análise das fake news durante a pandemia da COVID-19 no Brasil”, discute-se o contexto dialógico das tecnologias de comunicação e informação, com crescente ativismo a partir do compartilhamento de notícias, por meio de uma análise da utilização do termo “coronavírus” em notícias falsas, conhecidas como fake news.

No sexto capítulo, “Entretenimento musical e COVID-19 no Brasil: estudo das lives ´Fique Em Casa e Cante #Comigo´”, discute-se a estratégia alternativa de transmissão de vídeos por artistas dos mais diversos segmentos musicais, tomando como referência um estudo de caso e suas repercussões e percepções pelos consumidores.

No sétimo capítulo, “Reflexões educacionais no contexto da pandemia da COVID-19”, é feita uma reflexão sobre o sistema educacional brasileiro frente à pandemia do novo coronavírus, por meio de um foco sobre as políticas públicas e as estratégias pedagógicas no contexto da Educação Básica.

Com base nas discussões apresentadas ao longo dos capítulos deste livro, diferentes facetas da realidade são apresentadas ao olhar social, tornando-se uma leitura didática recomendada para todos os públicos em função dos multidimensionais impactos assimétricos da pandemia do novo coronavírus.

De dentro do livro

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Não encontramos nenhuma resenha nos lugares comuns.

Sobre o autor (2020)

 

Informações bibliográficas