Caminhos do Islã

Front Cover
Editora Record, Mar 31, 2012 - Literary Collections - 320 pages
0 Reviews
A cultura e a religião islâmicas sempre foram vítimas da incompreensão e do preconceito ao longo dos séculos. O desconhecimento da riqueza e complexidade do pensamento islâmico pode ser apontado como a principal causa da intolerância com que os ocidentais tratam tudo que se refere ao Oriente. Com isso, o poeta e tradutor Marco Lucchesi empenhou-se em organizar um volume voltado para uma profunda compreensão do Islã, capaz de oferecer ao leitor uma perspectiva abrangente dos muitos e diferentes aspectos religiosos, históricos e culturais do mundo muçulmano. CAMINHOS DO ISLÃ reúne textos assinados por grandes especialistas ocidentais que passaram boa parte da vida nos livros e terras orientais, levados por um dos desafios deste século — estabelecer o diálogo entre diferentes culturas e dar fim à visão parcial e negativa de que são vítimas as culturas do Oriente, diante da arrogância do pensamento ocidental. O autor inicia com um ensaio no qual segue um itinerário de adesão aos excluídos do Marrocos ao Irã. Refletindo sobre a importância que o deserto teve para sua paixão pela língua arábica e para a descoberta do Islã, Lucchesi consegue mostrar como o mundo islâmico pode se abrir ao ocidental interessado em conhecer as riquezas de uma cultura milenar.
 

What people are saying - Write a review

We haven't found any reviews in the usual places.

Selected pages

Contents

Section 1
Section 2
Section 3
Section 4
Section 5
Section 6
Section 7
Section 8
Section 11
Section 12
Section 13
Section 14
Section 15
Section 16
Section 17
Section 18

Section 9
Section 10

Common terms and phrases

About the author (2012)

Marco Lucchesi, carioca, professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro, publicou, dentre outros livros, Ficções de um gabinete ocidental, A memória de Ulisses, Meridiano celeste, Sphera, Poemas reunidos (finalista do Prêmio Jabuti 2002), Os olhos do deserto, A sombra do Amado: poemas de Rûmi (Prêmio Jabuti 2001), O sorriso do caos, Bizâncio (finalista do Prêmio Jabuti de Poesia 1999). Organizou as edições de Jerusalém libertada, de Tasso, e de Leopardi: poesia e prosa, Artaud, a nostalgia do mais e Caminhos do Islã. É tradutor de diversas obras, entre elas A ilha do dia anterior (finalista do Prêmio Jabuti 1996) e Baudolino (finalista do Prêmio Jabuti 2002), de Umberto Eco.

Bibliographic information