Controle biológico

Front Cover
Embrapa Meio Ambiente, 1998 - 264 pages
0 Reviews
Agentes Microbianos de Controle de Fungos Fitogenicos : Microrganismos utilizados no controle de fungos fitopatogenicos (Ampelomyces quisqualis; Bacillus spp.; Coniothyrium minitans; Gliocladium virens; Penioplora gigantea; Pseudomonas putida e Pseudomonas fluorescens; Pythium oligandrun e Pythium nunn; Sporideonium sclerotivorum; Streptmomyces; Talaromyces flavus; Trichoderma spp.; Verticillium lecanii; Controle Microbiano de Insetos-Pragas e seu Melhoramento Genetico: Principais microrganismos empregados no controle biologico de insetos-pragas da agricultura (Virus; Bacterias; Fungos); Exemplos de emprego de microrganismos no controle biologico de insetos principalmente no Brasil; Melhoramento genetico no controle biologico de insetos (Selecao; Mutacao); Recombinacao: ciclo sexual e parassexualidade (Recombinacao sexual; Processos parassexuais); Fusao de protoplastos; A tecnologia do DNA recombinante (TDR): (Exemplos da TDR no melhoramento de bacterias entomopatogenicas; Exemplos da TRD no melhoramento de virus entomopatogenicos; Exemplos da TRD no melhoramento de fungos entomopatogenicos; Outras aplicacoes da TRD e tecnicas dela derivadas no controle biologico); Perspectivas do melhoramento genetico no controle biologico; Fitopatogenos como Agentes de Controle de Plantas Daninhas: Estrategias de controle biologico de plantas daninhas com fitopatogenos (Estrategia classica; Estrategia inundativa; Estrategia aumentativa); Consideracoes basicas para o desenvolvimento de um programa de controle biologico com fitopatogenos (Definicao da especie daninha alvo; Levantamento dos agentes de controle biologico; Selecao dos agentes efetivos de controle; Determinacao da especialidade de hospedeiro; Liberacao e estabelecimento de agentes selecionados; Avaliacao do efeito do agente introduzido na populacao de planta-alvo); Exemplos de aplicacao de patogenos em controle biologico classico (Controle de C. juncea por P. chondrillina; Controle de Rubus constrictus e R. ulmifolius por Phragmidium violaceum; Controle de Ageratina riparia por Entyloma compositarum); Exemplos de aplicacao de fungos como micoherbicidas; Epidemiologia do controle biologico de plantas daninhas; Variacao genetica e seus efeitos no controle biologico de plantas daninhas (Variacao genetica plantas invasoras; Variacao genetica em fungos utilizados como agentes de biocontrole; Beneficios e prejuizos da variacao genetica); Integracao com outros metodos de controle; Conflitos no uso de fitopatogenos para controle de plantas daninhas; Controle Microbiano de Vetores Transmissores de Doenca de Chagas: Ecologia e distribuicao; Controle do vetor (Formas de utilizacao do controle microbiano; Obtencao do inseticida microbiologico; Selecao em bioensaios de matrizes; Aplicacao em area rural); Controle Microbiano de Artropodos Associados a Doencas de Plantas: Artropodos associados a doencas de plantas; Entomopatogenos associados a artropodos vetores ou toxicogenios (Hemiptera: Homoptera; Hemiptera: Heteroptera; Thysanoptera; Hymenoptera; Acari); Utilizacao pratica de entomopatogenos no controle de insetos (Cigarrinha-da-cana-de-acucar; Epizootiologia e desenvolvimento da doenca; Cigarrinha-das-pastagens; Dosagem e modo de aplicacao de M. anisopliae; Resultados de controle; Controle da cigarrinha-verde-do-feijao; Controle da vespa-da-madeira); Genetica e Melhoramento de Fungos Agentes de Controle Biologico: Condicao nuclear do fungo; Avaliacao da variabilidade natural em fungos entomopatogenicos; Mutacao; Recombinacao em fungos (Recombiacao sexual; Recombinacao parassexual); Melhoramento genetico de linhagens de fungos com enfase no controle biologico de pragas; Engenharia Genetica de Microrganismos Agentes de Controle Biologico: Baculovirus (Importancia; Regulacao de expressao genica; Sistemas de expressao; Construcao de vetores de expressao); Bacillus thurigiensis (Consideracoes gerais; Localizacao e organizacao molecular dos genes cry; Regulacao da expressao dos genes do cristal; Controle temporal e especial na expressao dos genes cry; Estabilidade dos mRNA; Numero de copias dos genes cry e diferenciacao na expressao; Organismos transgenicos); Fungos (Estudos geneticos de fungos usados em controle biologico; Clonagem de genes de fungos; Transferencia de genes em fungos); Utilizacao de Agentes Microbianos de Controle de Pragas: Mercado, Riscos e Regulamentacoes: Comercializacao de agentes microbianos de controle (Mercado global; Bacterias; Virus; Fungos; Protozoarios; Mercado do Brasil); Agentes microbianos de controle utilizados e em desenvolvimento no Brasil; Riscos associados ao uso dos agentes microbianos de controle; Regulamentacoes sobre comercializacao de agentes microbianos de controle de pragas no Brasil e na Regiao do Cone Sul (Legislacao brasileira; Organismos geneticamente modificados (OGMs); Legislacao Regional; Avaliacoes de AMCs para fins de registro comercial); Perspectivas do uso de agentes microbianos.

What people are saying - Write a review

We haven't found any reviews in the usual places.

Bibliographic information