DICIONÁRIO ESCOLAR AFRO-BRASILEIRO

Capa
Selo Negro Edições, 1 de jan de 2006 - 174 páginas
2 Resenhas
Esta obra procura colocar ao alcance do público escolar, em linguagem mais acessível, informações mais pertinentes ao seu universo e à sua área de interesses, dando ênfase maior à luta contra o racismo no Brasil, por intermédio de suas organizações de militância e das iniciativas daí decorrentes. Referência imprescindível para estudantes e todos aqueles que desejam conhecer melhor a história do nosso país e resgatar a cultura africana que permeia nossas raízes.

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Comentário do usuário - Sinalizar como impróprio

eu ainda não li este livro mais ele parece ser muito bom eu também quero ler o pé preto no barro branco para eu poder fazer meu trabalho

Comentário do usuário - Sinalizar como impróprio

O problema do colega Ney Lopes é que ele não cita a fonte das informações agregou ao seu dicionário.
Especificamente, quanto ao Quilombo do Ambrósio (1746) e o Quilombo do Campo Grande (1759), além
de não citar a correta localização desses quilombos (que são o MESMO, porém, em lugares diferentes (Formiga-MG/Cristais- MG e depois Ibiá-MG) coloca um tal rei Zodum, como chefe desses quilombos. Gostaria de saber qual a fonte que lhe permitiu dicionarizar esses informes.
Tarcísio José Martins
 

Outras edições - Visualizar todos

Informações bibliográficas