Flora dos Lusiadas

Front Cover
Academia Real das Sciencias, 1880 - Flowers - 99 pages
 

What people are saying - Write a review

We haven't found any reviews in the usual places.

Selected pages

Other editions - View all

Common terms and phrases

Popular passages

Page 22 - Assi como a bonina , que cortada Antes do tempo foi , candida e bella , Sendo das mãos lascivas maltratada Da menina , que a trouxe na capella , O cheiro traz perdido , ea cor murchada ; Tal está morta a pallida donzella, Seccas do rosto as rosas, e perdida A branca e viva cor, co'a doce vida.
Page 39 - Em vós fazem os paflaros inicos. 6o Pois a tapeçaria bella e fina, Com que fe cobre o ruftico terreno, Faz fer a de Achemenia menos dina, Mas o fombrio valle mais ameno, Alli a cabeça a flor Cephifia inclina Soholo tanque lucido e fcreno; Florece o filho e neto de Cinyras, Por quem tu, deofa Paphia, inda fufpiras.
Page 46 - Echo, iamque rogum quassasque faces feretrumque parabant: nusquam corpus erat; croceum pro corpore florem inveniunt foliis medium cingentibus albis.
Page 28 - E o deos, que foi n'um tempo corpo humano; E por virtude da herva...
Page 37 - Trés formofos outeiros fe moftravam Erguidos com foberba graciofa., Que de gramineo efmalte fe adornavam...
Page 43 - Ainda mais, fão todas efcolhidas entre as vulgares, e que dão o cunho á vegetação mediterranica. As citações de nomes gregos, que...
Page 77 - porque n'efte tempo que começam amadurecer, acodem «da ferra, como a novo pafto, muitos papagaios e palTa«ros diverfos, he outra pintura ver a variedade da feic«cao, canto e cores, de que a natureza os dotou.
Page 87 - Java; a fua copa emergia das aguas, e ahi poufavam ou faziam ninho os gerudas, aves que nas garras arrebatavam elephantes, rhinocerontes e outros animaes de egual jaez.

Bibliographic information