Horizontes modernistas

Front Cover
Autêntica, Jan 1, 1998 - Belo Horizonte (Brazil) - 232 pages
O livro 'Horizontes Modernistas' - o jovem Drummond e seu grupo em papel jornal, de autoria de Maria Zilda Ferreira Cury é fruto de sua tese de doutoramento sobre o jornal Diário de Minas, traça a trajetória do poeta Carlos Drummond de Andrade e seu grupo de amigos nos anos vinte, e sua relação com o movimento modernista em Minas Gerais. Trabalhando com fontes primárias, a pesquisa foi realizada durante dois anos no Arquivo Público Mineiro, em Belo Horizonte. A autora fez um levantamento minucioso da imprensa naquele período e consultou todos os números do jornal Diário de Minas entre 1920 e 1925. Este corte temporal da narrativa é justificado pela autora porque foi em 1920 que apareceu, pela primeira vez, nos jornais, a palavra modernismo e, em 1925, foi lançada 'A Revista', publicação que consolidou definitivamente o movimento modernista em Belo Horizonte. A produção do que viria a se chamar o modernismo mineiro começa ali, afirma a autora, que realizou um estudo inovador sobre o papel do Diário de Minas - jornal oficial do Partido Republicado Mineiro - na formação de um verdadeiro espírito literário em Belo Borizonte e na busca de modernização da capital mineira. O livro conta um pouco da história da imprensa, em Minas, e analisa a produção inicial do grupo de jovens nas páginas do Diário. Esses moços que procuraram despertar os cidadãos belo-horizontinos para o espírito moderno da época são, além do grande poeta, Emílio Moura, João Alphonsus, Pedro Nava, Aníbal Machado, Ascânio Lopes, Alberto Campos, Abgar Renaut, Milton Campos e Mário Casasanta. Segundo Maria Zilda Cury, Carlos Drummond de Andrade foi o grande líder dos modernistas em Belo Horizonte. Apesar de contestada pelo próprio poeta, sua liderança é comprovada através de suas crônicas e de sua produção poética, em sintonia com as novas tendências literárias do período.

From inside the book

What people are saying - Write a review

We haven't found any reviews in the usual places.

Contents

Prefácio
7
O DM e a renovação cultural
21
Modernistas mineiros
65
Copyright

3 other sections not shown

Common terms and phrases

Bibliographic information