O Bolero é A Vida

Front Cover
Clube de Autores, Aug 15, 2012 - Fiction - 290 pages
0 Reviews
“Lembro-me do dia em que minha mãe me chamou, sem mais nem menos, e decretou meu título de nobreza: ‘Menino, você não tem jeito mesmo! Você só pensa em coisa suja, em mulher da vida! Eu esperava tanto de você! E você é apenas o rei da zona! ’. Fiquei quieto, engoli o sapo, assumi o reinado”. “Na casa de minha namorada estava havendo um almoço. De novo, tive o desprazer de encontrar seu tio imbecil e ter que ouvir umas duas ou três piadas de negro e de judeu. O sujeito era um desqualificado. Como se dizia na gíria, não tinha mãe. Sem querer ser deselegante, diria que ele não passava de um grandessíssimo filho da puta. Com todo respeito às minhas santas putas”. “’Nuvens negras pairam sobre Jerusalém!’ Com essa frase terrível, padre Castilho dava início ao Sermão das Sete Palavras, marca registrada das Sextas-Feiras Santas de Caxambu, divulgado a plenos pulmões pelo alto-falante da torre da Igreja Matriz a toda a população de minha terra. Ao ouvir aquela frase, senti o arrepio da morte passar por mim. Tremi com um calafrio esquisito, um calafrio estranho, diferente dos calafrios das febres, do calafrio das doenças. Pressenti um futuro estranho, embaçado...”

What people are saying - Write a review

We haven't found any reviews in the usual places.

Bibliographic information