O Evangelho Dos Loucos

Front Cover
Clube de Autores, Dec 5, 2011 - Literary Collections - 212 pages
0 Reviews
Com a publicação de O Evangelho dos Loucos, seu romance de estréia, Gabriel Viviani cria um elo entre seu enredo e a literatura do alemão Hermann Hesse. Hesse é um autor cujos livros de ficção não chegaram a influenciar decisivamente os escritores brasileiros. Mesmo assim, é inegável que suas obras, recheadas com conselhos de sabedoria e situações que beiram o realismo fantástico, colecionam uma legião de leitores no Brasil. O drama de Glauco Valentim (protagonista de O Evangelho dos Loucos) está intimamente ligado ao de Harry Haller, o personagem criado por Hesse em O Lobo das Estepes. Ambos desejam experimentar um tipo de existência superior, e não a encontrando, condenam a sociedade que os rodeia, condenando-se consequentemente ao exílio. Para dialogar com um ficcionista de tal modo original e sui generis como Hesse, Gabriel Viviani constrói uma estrutura narrativa em que passado e presente se fundem. O realismo fantástico e os conselhos de sabedoria que caracterizam o trabalho do autor alemão fazem-se também presentes neste romance: Glauco Valentim é misteriosamente convidado a ingressar no Teatro dos Loucos, ultrapassando portas que, na trama, conduzem a outras formas de realidade. Permeado com reflexões a respeito do sucesso, das convenções sociais, da loucura e de Deus, O Evangelho dos Loucos une dois escritores que compartilham afinidades.

What people are saying - Write a review

We haven't found any reviews in the usual places.

Bibliographic information