O feitiço da ilha do Pavão

Front Cover
Alfaguara, Jun 1, 2011 - Fiction - 272 pages
0 Reviews
João Ubaldo Ribeiro é o nome máximo da literatura brasileira, autor de clássicos da produção contemporânea, como Sargento Getúlio e O sorriso do lagarto. Em O feitiço da ilha do Pavão, publicado originalmente em 1997, ele retoma a dimensão histórica de Viva o povo brasileiro para narrar uma epopeia ágil, bem-humorada, dos habitantes de uma ilha imaginária na costa da Bahia, na época do Brasil colonial. A ilha do Pavão, geografia fantástica, é o microcosmo de uma sociedade de colonizadores portugueses, índios e negros. Mas esse mundo ficcional criado por Ubaldo alcança um patamar ainda maior: é a representação de um povo, com seus matizes, seus pontos de tensão, suas glórias. O livro não se restringe ao romance histórico; é um mergulho na própria identidade brasileira. "O feitiço da ilha do Pavão” é também uma narrativa vibrante, em que João Ubaldo explora ao máximo a riqueza da língua para criar diálogos vivazes, descrições de um colorido e uma precisão incomparáveis.

What people are saying - Write a review

We haven't found any reviews in the usual places.

Other editions - View all

About the author (2011)

João Ubaldo Ribeiro nasceu em Itaparica, na Bahia, em 1941, e passou a infância em Aracaju, Sergipe. Em 1957, morando em Salvador, começou a trabalhar como repórter no Jornal da Bahia e, depois, em A Tribuna da Bahia, da qual foi editor-chefe. No ano seguinte, ingressou na Faculdade de Direito da Universidade Federal da Bahia e, em 1964, obteve bolsa para cursar o mestrado em ciência política na Universidade da Califórnia do Sul, nos Estados Unidos. Destacou-se em 1968 ao publicar, com o estímulo do cineasta Glauber Rocha, o romance Setembro não tem sentido. Nos anos seguintes, publicou obras que estão entre as mais importantes da literatura brasileira na segunda metade do século XX: Sargento Getúlio (1971), adaptado ao cinema em 1983, e Viva o povo brasileiro (1984). O sorriso do lagarto (1989) foi ao ar como minissérie pela TV Globo em 1991. É vencedor de importantes prêmios literários — entre eles, o Camões — e cronista dos jornais O Globo e O Estado de S. Paulo.

Bibliographic information