O incrível geneticista chinês

Front Cover
Editora Record, Jun 30, 2012 - Fiction - 224 pages
0 Reviews
Dona de um texto ágil, inspirado, crítico e marcado pelo humor, Angela Dutra de Menezes é uma das mais importantes autoras da literatura brasileira contemporânea. Com sucessos de venda e crítica não apenas no Brasil como também em Portugal e Espanha, retorna em mais uma divertida sátira sobre a obsessão atual com as aparências e com a popularidade. Escrita de forma divertida.“Eu escolhi a leveza”, diz. “Mesmo quando o assunto é dramático, opto por abordá-lo com bom humor”. A ditadura da aparência — hoje, quem não é magro e elegante é visto com estranheza — e a capacidade que algumas pessoas têm de não enxergar limites, ou seja, a gordura, que torna as pessoas feias, e a chatice, que as torna difíceis de conviver, são o mote de O INCRÍVEL GENETICISTA CHINÊS. Com a característica prosa afiada de Angela, traz à tona a história mirabolante do doutor Yaun Wang, um cientista pouco ortodoxo que subverterá a ordem do mundo com suas pesquisas cromossômicas sobre esses dois males universais.
 

What people are saying - Write a review

We haven't found any reviews in the usual places.

Selected pages

Contents

Section 1
Section 2
Section 3
Section 4
Section 5
Section 6
Section 7
Section 8
Section 9
Section 10
Section 11
Section 12
Copyright

Common terms and phrases

About the author (2012)

Angela Dutra de Menzes, 56 anos, carioca, jornalista, escritora, mora no Leblon, tem um casal de filhos. O genro e a nora são os outros filhos que não gerou. Os netos são quatro: três meninos e uma menina. Faz ginástica diariamente, considera-se marombeira juramentada, adora cozinhar, ir à praia, ao cinema e conversar com os amigos. Trabalhou em O Globo e na Veja, e escreveu os romances Mil anos menos cinqüenta (1995) — considerado, na Espanha, um dos cinco melhores lançamentos literários de 1997 —, Santa Sofia (1997), O avesso do retrato (1998) e O Livro do Apocalipse segundo uma testemunha (2001). Em 2000, lançou o livro de ensaios O português que nos pariu (um dos dez melhores livros do ano, segundo O Globo).

Bibliographic information