O livro dos ciúmes

Front Cover
Editora Record, Jan 1, 1999 - 206 pages
Seguindo a frase-definição de que o ciúme é 'imanente fraqueza humana, não há quadrante onde não viceje' e de que 'ninguém é imune' a ele, o autor mostra vivência de muitos anos no exterior, em várias culturas, e percorre um delírio de épocas diversas para confirmar que esse 'monstro de olhos verdes', na concepção do eternamente atual Shakespeare, sempre existiu e sempre existirá.

From inside the book

What people are saying - Write a review

User Review - Flag as inappropriate

Eu quero um teatro sobre ciúmes

Common terms and phrases

References to this book

Bibliographic information