O acrobata pede desculpas e cai

Front Cover
Bertrand Brasil, 1998 - Portuguese fiction - 124 pages
Fausto Wolff se utiliza de sarcasmo, amargor e angústia em 'O acrobata pede desculpas e cai'. O romance tem como personagem central um anônimo e 24 horas de sua vida. Embora seja livre, a vida faz dele um 'acrobata', obrigando-o a equilibrar-se na 'corda bamba da existência'. Porém, em desespero, ele acaba fracassando. Os confrontos são inevitáveis. O 'acrobata' não é senhor do seu destino. O 'acrobata' em questão não aceita, não se submete às obrigações nem aos deveres sociais, e tenta romper o cerco. O anônimo do livro de Wolff quer viver, amar, ser livre, quer dinheiro para cuidar da mulher e do filho, mas quer uma vida a seu jeito, sem traição, sem delação, sem sacanagem.

From inside the book

What people are saying - Write a review

We haven't found any reviews in the usual places.

Contents

Section 1
7
Section 2
9
Section 3
11
Copyright

17 other sections not shown

Other editions - View all

Common terms and phrases

Bibliographic information