O admirável novo mundo do vinho: e as regiões emergentes

Front Cover
No universo do vinho, Novo Mundo é a expressão que designa as colônias estabelecidas pelos europeus com as longas viagens a partir do século XV, em que vieram a produzir o vinho, em contraposição a Velho Mundo, que se refere à Europa e à região mediterrânea como um todo, que já o produziam desde a Antigüidade.Também certas regiões européias que não tinham grande prestígio e tradição na elaboração de vinhos finos, como as emblemáticas Bordeaux, Borgonha, Piemonte, Mosel, começaram a aderir aos princípios que nortearam a produção de vinhos californiana e australiana. A tradição inibidora começou a ser deixada de lado em várias regiões européias, como o sul da França, de Portugal, da Itália continental e a Sicília, além de outras mais. É o que mostra este livro, dirigido aos enófilos, apreciadores de vinho e da gastronomia de uma forma geral, além de ser útil aos estudantes e profissionais da área.

What people are saying - Write a review

User Review - Flag as inappropriate

No universo do vinho, Novo Mundo é a expressão que designa as colônias estabelecidas pelos europeus com as longas viagens a partir do século XV, em que vieram a produzir o vinho, em contraposição a Velho Mundo, que se refere à Europa e à região mediterrânea como um todo, que já o produziam desde a Antigüidade.Também certas regiões européias que não tinham grande prestígio e tradição na elaboração de vinhos finos, como as emblemáticas Bordeaux, Borgonha, Piemonte, Mosel, começaram a aderir aos princípios que nortearam a produção de vinhos californiana e australiana. A tradição inibidora começou a ser deixada de lado em várias regiões européias, como o sul da França, de Portugal, da Itália continental e a Sicília, além de outras mais. É o que mostra este livro, dirigido aos enófilos, apreciadores de vinho e da gastronomia de uma forma geral, além de ser útil aos estudantes e profissionais da área.  

Bibliographic information