O bazar global e o clube dos cavalheiros ingleses

Front Cover
Editora Rocco, Mar 5, 2012 - Social Science - 192 pages
0 Reviews
Mesmo depois do fim da ocupação colonial,o colonialismo não acabou. O paradigma normativo e eurocêntrico que engendrou a modernidade continua perpetuando dominações e injustiças, camufladas em diversos aspectos da cultura e da vida cotidiana. Esses são alguns dos pressupostos da cada vez mais cultuada obra do indiano Homi Bhabha, um dos nomes de maior relevância nos debates culturais e políticos da atualidade.
Os artigos compilados nesta valiosa coletânea compõem uma boa mostra da amplitude das reflexões de Bhabha e da variedade de temas por ele abraçados com erudição e perspicácia invejáveis. Cada ensaio é um mergulho em um mundo de referências que vão desde os romances experimentais de Toni Morrison até uma discussão sobre o inglês singular falado nos guetos americanos ou nos mercados indianos.
Acreditando na transversalidade dos saberes e munido de um profundo senso de responsabilidade intelectual,a obra de Bhabha dá significativas contribuições à antropologia, à teoria literária e até mesmo à psicanálise e à lingüística. Por trás do verniz que envolve muitas das manifestações culturais contemporâneas, Bhabha - um grande admirador de Foucault e Edward Said - desvela insuspeitos dispositivos de poder, assim como as possibilidades para uma sociedade realmente democrática.

What people are saying - Write a review

We haven't found any reviews in the usual places.

Bibliographic information