O calundu e a panacéia: Machado de Assis, a sátira menipéia e a tradição luciânica

Front Cover
Forense Universitária, 1989 - Melancholy in literature - 234 pages
Em um estudo histórico-literário cuidadoso e aprofundado, Enylton de Sá Rego comprova como tal busca de uma panacéia anticalundútica foi uma das preocupações constantes da sátira menipéia, de Demócrito de Abdera a Machado de Assis, passando por Erasmo, Robert Burton e Laurence Sterne. Sem falsos nacionalismos nem subserviente respeito por grandes críticos literários, 'O Calundu e a Panacéia' é uma inovadora leitura tanto de Machado de Assis, quanto da sátira menipéia, mostrando como o grande autor brasileiro do século XIX é atual ainda hoje, nos tempos do chamado 'pós-modernismo'.

From inside the book

What people are saying - Write a review

We haven't found any reviews in the usual places.

Contents

Agradecimentos VII
1
A Recepção Crítica à Segunda Fase
7
A Paródia e o Nacionalismo
14
Copyright

12 other sections not shown

Other editions - View all

Common terms and phrases

Bibliographic information