O conto moçambicano: escritas pós-colonias

Front Cover
Ed. Caminho, 2002 - Literary Criticism - 495 pages
'O Conto Moçambicano' - Escritas pós-coloniais, procuram, numa perspectiva atenta à problemática pós-colonial, identificar algumas das estratégias discursivas que contribuem para a criação de um campo literário híbrido, fundado na abrogação de paradigmas eurocentristas, empenhado no resgate de legados da tradição oral africana. Cruzamento de cosmogonias, de vozes, de línguas e de diferentes sistemas narrativos, o conto - a estória - aparece em Moçambique com uma regularidade e uma vitalidade notáveis, afirmando-se representativo de um país mosaico de culturas. Criando uma escrita dotada de grande invenção verbal, exprimindo as contradições da sociedade africana pós-colonial, defendendo nos seus textos a África da palavra, Craveirinha, Lília Momplé, Mia Couto, Ba Ka Khosa, Marcelo Panguana, Suleiman Cassamo e outros contistas moçambicanos procuram com a prática intensiva do gênero dar um sentido à existência e à ordem do mundo.

From inside the book

What people are saying - Write a review

We haven't found any reviews in the usual places.

Contents

Nota prévia
11
Corpus
45
um modo narrativo privilegiado em Africa
65
Copyright

13 other sections not shown

Common terms and phrases

Bibliographic information