O imperialismo sedutor: a americanização do Brasil na época da Segunda Guerra

Front Cover
Companhia das Letras, 2000 - Brazil - 235 pages
0 Reviews
Ponto estratégico na disputa com o Eixo, o Brasil transformou-se durante a Segunda Guerra numa das prioridades da política externa americana. Para o presidente Roosevelt, garantir o apoio do país era indispensável para manter a soberania do continente e, por conseqüência, dos Estados Unidos. Criou-se então uma agência especial, comandada pelo multimilionário Nelson Rockfeller. O objetivo era promover o estreitamento das relações entre americanos e brasileiros - principalmente através dos meios de comunicação. A agência organizou um verdadeiro 'bombardeio ideológico' ao país, divulgando através do rádio, do cinema e das revistas um mundo atraente de consumo e progresso. Encarnado por astros como John Ford, Walt Disney ou Orson Welles, o 'american way of life' tornava-se quase irresistível. Baseado em ampla pesquisa, Antonio Pedro Tota realiza uma abordagem inédita das origens da americanização brasileira.

What people are saying - Write a review

We haven't found any reviews in the usual places.

Other editions - View all

Bibliographic information