O labirinto enunciativo em Memorial de Aires

Front Cover
Annablume, 2009 - 148 pages
'Memorial de Aires', último romance de Machado de Assis, foi produzido em um momento especial da vida do autor, quando este se encontrava idoso, viúvo e aposentado. Por longos anos, Memorial foi tido pela crítica como um texto de redenção e decadência, por meio do qual Machado de Assis tentava se redimir das árduas críticas empreendidas à sociedade e ao homem em obras anteriores. Este livro procura realizar um percurso de leitura da última obra machadiana que se afaste de tal concepção cristalizada pela crítica.
 

What people are saying - Write a review

We haven't found any reviews in the usual places.

Contents

APRESENTAÇÃO
11
O GÊNERO DIÁRIO E SUAS IMPLICAÇÕES
26
O NARRADOR
41
O ESTILO COMEDIDO DO VELHO DIPLOMATA
55
FIDÉLIA JULIETA E O AMOR
68
UMA NOTA DE VIDA
84
SEGUINDO O COMPASSO DA ESCRITA
89
TRANSPARÊNCIA OU DISSIMULAÇÃO?
98
UM SER EMINENTEMENTE POLÍTICO
107
A REBELDIA DE SANTAPIA
116
A BURGUESIA CARIOCA E A ABOLIÇÃO
122
UM LEITOR DE SEU TEMPO
131
UM DISCURSO SUBLIME E PRECISO
137
BIBLIOGRAFIA
143
Copyright

Common terms and phrases

Bibliographic information