Pistoleiros também Mandam Flores

Front Cover
L&PM, Sep 18, 2007 - Literary Collections - 224 pages
0 Reviews
Nas ruas escuras de Porto Alegre, tudo pode acontecer. Há aqueles que procuram mais uma dose para espantar o frio e as lembranças. Há os que buscam companhia, sexo. Há aqueles que se misturam ao burburinho dos bares para saber o que acontece, atrás de assunto ou confusão. E há também – acredite – pistoleiros que vão além da metáfora. Homens que matam sem ódio, por um punhado de dólares. Rondelli, um jovem jornalista, se movimentava com desenvoltura entre os misteriosos meandros da cidade. Ele não teve dificuldade de identificar aquele estranho gentil, capaz de dirigir a uma bela mulher um galanteio sofisticado ou um ramalhete de flores do campo. Sim, aquele homem era capaz de matar.
 

What people are saying - Write a review

We haven't found any reviews in the usual places.

Selected pages

Contents

Section 1
Section 2
Section 3
Section 4
Section 5
Section 6
Section 7
Section 8
Section 14
Section 15
Section 16
Section 17
Section 18
Section 19
Section 20
Section 21

Section 9
Section 10
Section 11
Section 12
Section 13
Section 22
Section 23
Section 24
Section 25

Common terms and phrases

Bibliographic information