Quando o serviço os chamava: milicianos e guardas nacionais no Rio Grande do Sul (1825-1845)

Front Cover
Editora UFSM, 2005 - Rio Grande do Sul (Brazil : State) - 304 pages
0 Reviews
Este trabalho, que originalmente foi produzido como dissertação de mestrado, aborda a participação dos habitantes do Rio Grande do Sul da primeira metade do século XIX nas organizações militares não profissionais da época - as Milícias e a Guarda Nacional. Trata-se de uma história social da guerra, numa abordagem que analisa a participação da população rio-grandense naquela conjuntura de grande militarização da sociedade em função da Guerra da Cisplatina e da Guerra dos Farrapos. Baseado em numa grande pesquisa documental, o autor analisa como milicianos e guardas nacionais reagiam frente às obrigações do serviço das armas, centrando seu olhar naqueles indivíduos que formavam as unidades e não nos que ocupavam os mais altos postos de mando.

From inside the book

What people are saying - Write a review

We haven't found any reviews in the usual places.

Contents

Primeiras palavras
13
Uma organização complexa semiprofissional
25
Para servir ao Imperador o alistamento dos milicianos
31
Copyright

7 other sections not shown

Common terms and phrases

Bibliographic information