Samuel Beckett: o silêncio possível

Front Cover
Atelie Editorial, 2001 - 212 pages
1 Review
Entre 1946 e 1953, nos anos que se seguiram à libertação de Paris, cidade pela qual trocou a Dublin natal, Beckett escreveu uma série de peças e romances em que encontrou matéria própria (a falha e o fracasso, a solidão e a impotência humanas, esquadrinhadas por um olhar cheio de ironia e humor) e uma forma à altura, um estilo do menos, analítico, capaz de fazer frente ao desafio do artista moderno, às voltas com "nada a expressar, nada com que expressar, nada a partir do que expressar, nenhuma possibilidade de expressar, nenhum desejo de expressar, aliado à obrigação de expressar". Ancorado na trilogia, mas estabelecendo pontes com textos de antes e depois, inclusive dramáticos, este livro aproxima o leitor das entranhas do romance beckettiano, parte essencial no mapa da narrativa contemporânea.
 

What people are saying - Write a review

We haven't found any reviews in the usual places.

Contents

AGRADECIMENTOS
13
Molloy ou a Narrativa Terminal
41
Partindo em Busca de Fin de Partie
79
Malone Narra a Morte por um Fio
111
O Inominável ou a Vida no Limbo
145
Carta de Samuel Beckett a Áxel Kaun
167
Algumas Entrevistas
183
Cronologia de Publicação das Principais Obras de Samuel
197
Copyright

Common terms and phrases

Bibliographic information