Team 10: arquitetura como crítica

Front Cover
Annablume, 2002 - Architecture - 199 pages
3 Reviews
Como fazer a arquitetura conciliar valores básicos? Como valorizar formas arquitetônicas que atribuam uma dimensão humana ao espaço da cidade moderna? Como dar ao usuário do espaço a possibilidade de intervir nos processos de decisão sobre a arquitetura e a cidade que habitam? Como superar as dicotomias provocadas pela elaboração conceitual da arquitetura moderna sem perder a dimensão da sua responsabilidade social? Essas foram algumas das perguntas feitas pelos jovens arquitetos do 'Team 10' durante os anos 50 para manifestarem sua insatisfação com os resultados dos CIAM.
 

What people are saying - Write a review

We haven't found any reviews in the usual places.

Contents

APRESENTAÇÃO
9
INTRODUÇÃO
15
Capítulo 1 Os motivos que levaram ao fim dos CIAM
23
Os CIAM e a consolidação do Movimento Moderno
26
grupo germânico e o grupo latino
34
A cidade funcional
42
A estrutura de poder e a organização interna dos CIAM
49
pluralidade de visões
59
A consolidação de múltiplas vertentes e seus limites
93
a obra de vau Eyck dos Smithson de Giancarlo de Carlo e Erskine
105
Aldo van Eyck
110
Alison e Peter Smithson
128
Giancarlo de Carlo
148
Ralph Erskine
170
CONSIDERAÇÕES FINAIS
187
BIBLIOGRAFIA
193

O tema do Habitat
64
Discutindo seus próprios projetos
76

Common terms and phrases

Bibliographic information