Tempo de Delicadeza

Front Cover
L&PM, Jul 5, 2007 - Literary Collections - 160 pages
0 Reviews
Neste livro, estão reunidos 47 textos em que o cronista – herdeiro literário de Rubem Braga e Fernando Sabino – delicadamente trata de assuntos corriqueiros da vida com o olhar demorado e singular da poesia. Um prato cheio para os fãs do autor e para os admiradores do melhor da crônica brasileira. Confira um trecho da crônica "Tempo de delicadeza": "Sei que as pessoas estão pulando na jugular umas das outras. Sei que viver está cada vez mais dificultoso. Mas talvez por isto mesmo ou, talvez, devido a esse maio azulzinho, a esse outono fora e dentro de mim, o fato é que o tema da delicadeza começou a se infiltrar, digamos, delicadamente nessa crônica, varando os tiroteios, os seqüestros, as palavras ásperas e os gestos grosseiros que ocorreram nas esquinas da televisão e do cinema com a vida. (...) Sei o que vão dizer: a burocracia, o trânsito, os salários, a polícia, as injustiças, a corrupção e o governo não nos deixam ser delicados. – E eu não sei? Mas de novo vos digo: sejamos delicados. E, se necessário for, cruelmente delicados."
 

What people are saying - Write a review

We haven't found any reviews in the usual places.

Selected pages

Contents

Section 25
Section 26
Section 27
Section 28
Section 29
Section 30
Section 31
Section 32

Section 9
Section 10
Section 11
Section 12
Section 13
Section 14
Section 15
Section 16
Section 17
Section 18
Section 19
Section 20
Section 21
Section 22
Section 23
Section 24
Section 33
Section 34
Section 35
Section 36
Section 37
Section 38
Section 39
Section 40
Section 41
Section 42
Section 43
Section 44
Section 45
Section 46
Section 47
Section 48

Common terms and phrases

Bibliographic information