The Revenge of Gaia: Earth's Climate Crisis & The Fate of Humanity

Front Cover
Basic Books, Aug 2, 2007 - Science - 208 pages
5 Reviews
A call to address a major threat to our collective future

What people are saying - Write a review

User ratings

5 stars
2
4 stars
2
3 stars
1
2 stars
0
1 star
0

User Review - Flag as inappropriate

Resolvi ler esse livro apenas para me atualizar sobre aquecimento global.
Sobre esse tema, a obra de James Lovelock, o criador da teoria de Gaia, é ótimo. Mas o que mais me surpreendeu foi a defesa
de pontos de vista bem polêmicos, que eu nunca tinha ouvido. Alguns deles:
* O conceito de desenvolvimento sustentável nem bem emplacou e já teria ficado obsoleto, por ser tarde demais. O estrago está feito. Agora mais importante que isso é mudar radicalmente o sistema econômico para podermos começar a recuperação do planeta. Entre as primeiras medidas é mudar o sistema energético, que deveria ser baseado em…
* Usinas nucleares. O autor apresenta dados convincentes de que esse tipo de energia é a mais limpa e eficiente possível. O problema é o estigma associado a ela
* Energia eólica? Países que já implementaram isso em larga escala estão descobrindo várias falhas dessa tecnologia. Mas o lobby das empresas que lidam com isso é forte
* Agricultura orgânica? Também prejudica o planeta. O modelo como um todo da agricultura se esgotou por não haver terra o suficiente para cultivo e alimentação de todos. A solução para isso seria…
* Comida sintética!!!
* Ele também fala de câncer e demonstra como nosso temor é infundado, alertando que câncer é uma consequência natural (que atinge 30% de todas as pessoas) de se respirar… oxigênio!
Pode parecer tudo muito chocante. Mas Lovelock é um cientista com credenciais bem respeitáveis e argumentos lúcidos. Achei que vale a pena examinar com mais atenção todos esses pontos.
 

Other editions - View all

References to this book

About the author (2007)

James Lovelock is the originator of Gaia Theory, on which he has written several books. He was elected a Fellow of the Royal Society in 1974. He has received honorary Doctorates in Science from seven universities in England, Sweden, and the United States. He was made a C.B.E. in 1990, and in 2003 a Companion of Honour by Her Majesty the Queen. He lives in Cornwall, Britain.

Bibliographic information