Um Astro

Front Cover
Clube de Autores, Oct 18, 2012 - Fiction - 482 pages
0 Reviews
“Em um homem, dois sentimentos. Paradoxos talvez. Pior é acreditar, fazer-se crer, Em você, no que pensa, no que sente e mente. Insiste, convence-se do que não acredita. Pra que se possa olhar novamente. Ou desacreditar no que se é Como se fizesse sentido Na verdade tanto faz Olhar-se no espelho é ver algo parecido com você. É a sua imagem sem observância Como você gostaria de ser, se pudesse escolher. Escolha – Impossível. Fecho os olhos e assisto a única cena que não posso. Meus ouvidos ouvem o único som que não podem ouvir É como se a voz da cítara mágica me inebriasse. Derramou-se o doce vinho em lábios tão impuros. O vinho virgem maculou meus lençóis Minhas mãos fétidas profanaram, maravilhosamente, o templo sagrado Tenebroso é ter de viver maculadamente Depois de experimentar a mais alva brancura É ter de mentir, blasfemar Ignorar... Ah sentimentos.” Állan Cítrio
 

What people are saying - Write a review

We haven't found any reviews in the usual places.

Selected pages

Common terms and phrases

Bibliographic information