Uma primavera de mulher: poema em 4 cantos

Front Cover
Typographia franco-portugueza, 1867 - 164 pages
 

What people are saying - Write a review

We haven't found any reviews in the usual places.

Selected pages

Other editions - View all

Popular passages

Page 23 - Vous me parlez bien plaisamment de nos misères ; nous ne sommes plus si roués; un en huit jours seulement pour entretenir la justice. Il est vrai que la penderie me...
Page 18 - Motus eram dictis, totoque Helicone relicto, Scribere conabar verba soluta modis. Sponte sua carmen numeros veniebat ad aptos, Et, quod tentabam dicere, versus erat.
Page 41 - ... alegre romagem que devoção me conduz ? Canto a recordar as horas que passei a vosso lado ! lembro um sonho namorado que teve um triste acordar ! traz-me aqui uma lembrança, que falla em cantos e flores!... Ai, maga mansão d'amores, faz'-me esquecer o meu lar ! Longe, longe esta tristeza ! prazer, por meus labios falia ! ha brindes, e festa, e gala ; ha juventude, ha viver ! ha poesia, ha formosura, que a chamma do seio ateia ! já meu estro se incendeia ! ao prazer ! eia ! ao prazer ! Brindo...
Page 42 - Fechei o crêr de christão, Que tu em vão combateste. Que me davas contra a dor? Ou na alegria? no amor? Davas-me o peito vasio? Duro sempre, sempre frio? E por só consolação Ter o nada!? — combateste As minhas crenças em vão; Ai! não! livro, não venceste!
Page 40 - II Vê, senhora: entre os convivas d'este jubiloso dia só prazer, vida, alegria, respira, falla, transluz!... Como é que eu, triste e enlutado, canto em festiva linguagem ? a tão alegre romagem que devoção me conduz ? Canto a recordar as horas que passei a vosso lado ! lembro um sonho namorado que teve um triste acordar! traz-me aqui urna lembrança, que falla em cantos e flores !... Ai, maga mansão d'amores, faz'-me esquecer o meu lar!
Page 1 - Pour nous verser leur miei, invite à tes corbeilles Le radieux essaim de toutes tes abeilles; Féconde à ta rosée...
Page 39 - Eis seu dia .de festa ! eil-a ditosa, flor a desabrochar entre delicias! Paes, amigos, cercae-a de caricias l Aves, é primavera la rosa!
Page 40 - Saudae-a todos vós! véde-a ditosa, flor a desabrochar entre delicias l Paes, amigos, cercae-a de caricias l É vinda a primavera ! a rosa ! a rosa ! Vê, senhora!

Bibliographic information