Vozes em branco e preto: a representação literaria da fala não-padrão

Front Cover
Editora da Universidade de São Paulo, 2003 - Brazilian prose literature - 163 pages
0 Reviews
A diversidade linguística é um objeto de estudo caro aos linguistas, mas também um tema abordado com frequência por escritores e poetas de diferentes épocas e lugares. Para alguns escritores, as singularidades linguísticas não constituem exotismos ou regionalismos, mas condição de existência da unidade linguística. A proposta de Milton M. Azevedo é analisar a representação literária da oralidade por meio de recursos estilísticos que refletem modalidades de fala divergentes da linguagem normativa. Apoiando-se no conceito de dialeto literário, o autor analisa textos de vários escritores, como Erico Veríssimo, Clarice Lispector, Guimarães Rosa, Dalton Trevisan, entre outros, os quais evocam a fala mediante traços linguísticos, incorporados a uma escrita não padrão que reflete a variação.

From inside the book

What people are saying - Write a review

We haven't found any reviews in the usual places.

Contents

Lista de Abreviaturas
11
Introdução
19
Linguagem e Variação
25

8 other sections not shown

Other editions - View all

Common terms and phrases

Bibliographic information