Um anno na corte, Volume 3

Front Cover
Viuva Moré, 1863
1 Review
 

What people are saying - Write a review

We haven't found any reviews in the usual places.

Selected pages

Contents

Other editions - View all

Common terms and phrases

Popular passages

Page 41 - ... é fino e penetrante em descrever estes diversos sentimentos, e como distingue o galanteio da paixão, citaremos o dialogo, que teve logar entre o infante ea rainha, durante a caçada cm Salvaterra.
Page 17 - El-roi , e outra de que era mourào o Infante, seis cavalleiros. Os que acompanhavam El-rei vinham da direita, todos vestidos de vermelho , chapéos de plumas , polainas prezas com fitas da cor dos vestidos, e os cavallos enfeitados também de vermelho: os que acompanhavam D. Pedro traziam como este vestidos cor de violeta. As duas quadrilhas caminharam a passo até ao meio da praça , com as espadas na mão , e de modo que os dois reaes irmãos formavam a primeira parelha : ahi todos tiraram os...
Page 88 - Hespanha está exhaurida de meios, sem exercito, e quasi sem governo, Ella mesma viria pedir-nos a paz logo que Luiz XIV rompesse as hostilidades por causa dos direitos que julga ter a Flandres. — Essa foi...
Page 42 - ... el-rei atravessara com a lança. — Barbaro é sempre o prazer que se tem em ver padecer. E quantas vezes os proprios anjos procuram esse prazer? — acudiu sua alteza. — Os anjos! A vingança é o prazer dos deuses, diziam os pagãos; mas dos anjos nunca ninguem o disse senão vossa alteza.
Page 29 - Teremos occasião de ver trabalhar os lebreos inglezes de sua magestade — acudiu o couteiro. — Quando um porco velho traz escudeiro, é sabido que é este o que primeiro foge por ser o mais fraco. Mas o porco velho, mais animoso, defende-se dos cães com grande ferocidade, e dá sempre lugar a um renhido combate. — E então o porco marrão deixa-se fugir? — interrompeu D. Pedro. — Se se não...
Page 28 - Não ha, senhor infante. Mas ahi chega um moço do monte, que provavelmente vem trazer ao monteiromór a relação do que fizeram os empresadores. De feito entrava n'esta occasião na praça, a cavallo n'uma egoa de campo, um moço do monte, correndo á desfilada. Mal se apeou, D. Pedro chamou-o, e perguntou-lhe d'onde vinha, e se trazia alguma noticia dos empresadores. — Saiba vossa alteza que eu trago um recado cá para o senhor monteiro-mór — respondeu o moço do monte.
Page 96 - A serva do demonio ha de accusar o seu senhor; para confusão dos hereges, e maior gloria da egreja. O ministro eo inquisidor olharam um para o outro; mas ambos desviaram logo a vista, porque o rubor lhes subiu ás faces, eo riso lhes assomou aos labios.
Page 61 - Pegando da mão de el-rei, e recommendando-lhe com breve e imperioso tom que escutasse, Zaida chegou-se a uma porta, cujas fendas estreitas não deixavam perceber nada do que se passava no interior da casa. Então sua magestade ouviu uma voz de mulher, que dizia com suavissima ternura: — Se me visse apartada de ti para não mais te ver, morria de saudades...
Page 24 - Além de que é a caça muito util para a saude, porque se faz saltando, correndo, atirando, bradando; o que destroe os sobejos humores, aquenta o corpo e cose as cruezas do estômago. Esta dissertação sobre as virtudes da caça fazia-a um homem de mais de cincoenta annos, robusto e agil como se tivera só trinta, a sua alteza o infante D.
Page 60 - A poucos passos, porém, vendo que a seguiam os dois cavalleiros, parou; e com voz imperiosa: — Basta que um me siga; o rei e não o vassallo— disse. — Para o rei fiz os conjuros; e se outro vier com elle, é como se nada se tivesse feito. — Fica tu aqui, Antonio Rodrigues — ordenou Affonso VI ao couteiro — Meu senhor...

Bibliographic information