Tarô E O Autoconhecimento

Front Cover
Editora Pensamento - 192 pages
1 Review
Neste livro, o primeiro a fazer a síntese do conjunto de disciplinas esotéricas e psicológicas do Oriente e do Ocidente que se refletem nas cartas do Tarô, a célebre psicóloga suíça Mary Steiner-Geringer explica e comenta o sentido e a simbólica de cada carta, mostrando como o jogo do Tarô pode levar ao conhecimento de si mesmo. Para facilitar o entendimento da inesgotável riqueza de relacionamentos das cartas do Tarô, a autora apresenta divesas interpretações para cada carta, cujo sentido é avaliado a partir dos seguintes pontos de vista: em primeiro lugar, foram considerados os significados transcendentais e metafísicos; a seguir, tudo o que pertence ao âmbito da alma, como aptidões, virtudes, capacidades; depois, as habilitações físicas e as tendências; por fim, uma advertência para prevenir possíveis erros. Como no caso do milenar livro chinês, I Ching - O Livro das Mutações, no Tarô também utilizamos figuras ou símbolos, que representam os relacionamentos humanos e os acontecimentos cósmicos de forma cifrada. Segundo a autora, a consulta ao Tarô, como ao I Ching, resulta do desejo de obter acesso ao inconsciente, livrando-nos das cadeias restritivas do consciente. Ao observar as cartas, com frequência nos interrogamos sobre se determinada ideia está associada a essas fantásticas figuras, se existe realmenite uma correspondência e se essas formas surpreendentes não constituem um meio para que um sentido mais profundo possa manifestar-se. Embora a combinação das cartas do Tarô e sua interpretação sejam praticamente infinitas, exigindo uma educação da imaginação que só se adquire pela prática, o conselho da autora no final da sua introdução ao livro não deixa dúvidas quanto à importância de uma iniciação nos segredos do Tarô para o enriquecimento da personalidade. "Decida-se pela ajuda que a consulta destas cartas pode lhe oferecer."
 

What people are saying - Write a review

User Review - Flag as inappropriate

As informações são rasas, a tradução é péssima.

Contents

I
24
II
26
III
29
IV
33
V
36
VI
40
VII
43
VIII
47
XXIV
109
XXV
113
XXVI
114
XXVII
116
XXVIII
137
XXIX
140
XXX
141
XXXI
143

IX
51
X
55
XI
58
XII
62
XIII
66
XIV
70
XV
74
XVI
77
XVII
81
XVIII
85
XIX
89
XX
93
XXI
97
XXII
100
XXIII
104
XXXII
145
XXXIII
149
XXXIV
159
XXXVI
162
XXXVII
165
XXXIX
166
XL
168
XLI
170
XLIII
171
XLIV
173
XLV
174
XLVI
176
XLVII
180
Copyright

Common terms and phrases

Popular passages

Page 12 - Ao observar as cartas, com frequência nos interrogamos sobre se determinada ideia está associada a essas fantásticas figuras, se existe realmente uma correspondência e se essas formas surpreendentes não constituem um meio para que um sentido mais profundo possa manifestar-se. Embora a combinação das cartas do Taro e sua interpretação sejam praticamente infinitas, exigindo uma educação da imaginação que só se adquire pela prática, o conselho da autora no final da sua introdução ao...
Page 7 - ... transcendentais e metafísicos; a seguir, tudo o que pertence ao âmbito da alma, como aptidões, virtudes, capacidades; depois, as habilitações físicas e as tendências; por fim, uma advertência para prevenir possíveis erros. Como no caso do milenar livro chinês, / Ching O Livro das Mutações, no Taro também utilizamos figuras ou símbolos, que representam os relacionamentos humanos e os acontecimentos cósmicos de forma cifrada. Segundo a autora, a consulta ao Taro, como ao / Ching,...

Bibliographic information