Cultura e poder no Brasil contemporâneo (1977-1984)

Front Cover
Juruá Editora, 2002 - Brazil - 177 pages
0 Reviews
Este conjunto de artigos procura analisar os vários sentidos públicos da 'questão democrática' que emergiu ao longo da resistência civil contra o regime militar, tendo como foco a Grande São Paulo, cidade que concentrava todos os contrastes da 'modernização conservadora' imposta pelo regime militar. Entre 1977 e 1984, ou seja, das primeiras manifestações populares pós AI-5 às 'Diretas-Já', explodiram vários protestos de rua cujo ponto em comum era a expressão da democracia como paradigma central de luta. Compartilhada pelo conjunto da oposição ao regime militar - dos liberais à nova esquerda, de jornalistas a militantes dos movimentos sociais, da classe média às classes populares - a 'questão democrática' exigia a revisão crítica da tradicional cultura política brasileira, caracterizada pelo autoritarismo, elitismo e clientelismo e, neste sentido, marcava uma nova era na cultura política brasileira. Ainda que essa nova cultura política democrática não tenha sido suficiente vigorosa para democratizar o conjunto das relações sociais e políticas em nosso país e reinventar as estruturas políticas tradicionais, sua importância histórica não pode ser negligenciada. Desde os anos 70, vem interferindo no comportamento político de várias instituições e grupos que atuam na cena política brasileira. Este livro procura entender, a partir da lógica dos próprios personagens, como atuou essa frente democrática informal e qual o papel que desempenhou na história recente do Brasil.

From inside the book

What people are saying - Write a review

We haven't found any reviews in the usual places.

Other editions - View all

Common terms and phrases

Bibliographic information