Tarja preta

Capa
Objetiva, 2005 - 171 páginas
0 Resenhas
Ansiosos, transgressivos, um pouco mais loucos do que a média, deliciosamente bizarros. São assim os personagens deste livro, mentes embaraçadas e inquietas, dependentes assumidos de algum remédio tarja preta - sem o qual fica muito difícil acordar, dormir, ou qualquer variação possível do viver, dentro do espaço de um dia, ou de uma noite. Nesta antologia de contos assinados por Pedro Bial, Adriana Falcão, Luiz Ruffato, Jorge Furtado, Márcia Denser, Jorge Mautner e Isa Pessôa, encontramos histórias contemporâneas, tragicômicas, surreais, em que o tarja preta se entrega à dependência sem pudor. Na verdade, ele se orgulha do vício, mergulha destemido em ondas químicas e assim, vertiginosamente, inventa seus paraísos artificiais.

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Não encontramos nenhuma resenha nos lugares comuns.

Outras edições - Visualizar todos

Informações bibliográficas