Historia da universidade de Coimbra nas suas relações com a instrucção publica portugueza por Theophilo Braga, Volume 1

Capa
Por ordem e na typ. do Academia real das sciencias, 1892
0 Críticas
As críticas não são validadas, mas a Google verifica a existência de conteúdo falso e remove-o quando é identificado
 

Opinião das pessoas - Escrever uma crítica

Não foram encontradas quaisquer críticas nos locais habituais.

Outras edições - Ver tudo

Passagens conhecidas

Página 199 - A Historia dos Cavalleiros da Mesa redonda e da demanda do santo Graal.
Página 440 - Algarves daquem e dalém mar em África Senhor de Guiné e da Conquista navegação e Commercio da Ethiopia Arábia Pérsia e da índia etc.
Página 272 - Ora manifesto he que estes descobrimentos de costas, ylhas e terras firmes, nam se fizeram indo a acertar ; mas partiam os nossos mareantes muy ensinados e providos de instrumentos e regras de astrologia e geometria...
Página 139 - Igrejas, e em aquestas se podião bem fazer outros tantos Collegios, ea cada hum que tivesse hum Vigairo, que desse os Sacramentos, e dessem a este mantimento pertencente da Igreja eo mais fosse . . . que para aquelle Collegio fossem deputados, e estes dormissem em hum Paço, que tivesse cellas, e comessem juntamente em hum lugar, e fossem çarrados de só huma clausura.
Página 33 - Com quem d'antes tinham guerra. Dizem dos nossos passados Que os mais não sabiam ler. Eram bons, eram ousados. Eu não gabo o não saber.
Página 423 - E assy como eu som certo que nom tendes nenhuma culpa nem merecéis reprehensam, o que sabem todos e somente nesta parte fostes fiel interprete assy confio se estivereis cá e visseis a cousa como anda que vós mesmo houvereis por bem e me aconselharieis que se nam lera esta parte do vosso livro ao menos em Portugal (e alem disto...
Página 77 - Mando-vos, que filhedes numa das minhas casas, ou huma das minhas tendas d 'essa Villa, que valha cada anno trinta e cinco livras de alquier, e entregadea ao Cabido de Lisboa, ou a quem vos elle mandar, pelo Campo da Pedreira, que lhes mandei filhar, em que mandei fazer as Casas para o Estudo. Dada em Lisboa, 4 dias de Setembro. Era 1338 (de Christo, 1300.)
Página 156 - Madeira, pello qual fara o principio no estudo, e dira certas missas e pregações segundo faz declaraçom na carta minha que lhe delo leixo. E esto em renenbrança da doaçom que lhe fiz das casas em que estaa o dito estudo.
Página 35 - Tão asperos os fez, e tão austeros, Tão rudos e de engenho tão remisso, Que a muitos lhe dá pouco ou nada disso.
Página 360 - ... cinco mezes, o qual entam morava na Universidade de Friburgo de brisgosa, universidade e cidade catholica do senhorio da casa d'Austria: e dahi me fui aos estudos de Padua, do senhorio de Veneza, onde residi quatro ou cinco annos: e dahi me tornei a Frandes, * onde com licença...

Informação bibliográfica