Breve História da Literatura de Cordel

Front Cover
Claridade, Aug 9, 2018 - Poetry - 120 pages
No Nordeste Brasileiro Surgiu a Literatura De Cordel, que abrange tudo: Dos romances de aventura Às histórias de Trancoso, De amor, peleja e bravura. O Cordel relembra fatos Conservados na memória, Lendas de heróis invencíveis, Que o tempo cobriu de glória. E parte deste tesouro Está nesta Breve História.
 

What people are saying - Write a review

We haven't found any reviews in the usual places.

Contents

Section 1
Section 2
Section 3
Section 4
Section 5
Section 6
Section 7
Section 8
Section 10
Section 11
Section 12
Section 13
Section 14
Section 15
Section 16
Section 17

Section 9

Other editions - View all

Common terms and phrases

About the author (2018)

Marco Haurélio é poeta popular (cordelista) e pesquisador do nosso folclore. Natural de Riacho de Santana, sertão baiano, desde cedo conviveu com as manifestações da cultura espontânea: reisados, procissões, festas de padroeiros e queimas de Judas. Registrou a rica literatura oral de sua região, dedicando especial atenção aos contos populares. Desse trabalho nasceram os livros Contos folclóricos brasileiros (Paulus) e Contos e fábulas do Brasil (Nova Alexandria). É autor de alguns êxitos do Cordel contemporâneo: Os três conselhos sagrados, Presepadas de Chicó e astúcias de João Grilo, Belisfronte, o filho do pescador (Luzeiro), Galopando o cavalo Pensamento e As três folhas da serpente (Tupynanquim). E também dos cordéis infantis A história de amor de Pitá e Moroti (Volta e Meia), A lenda do Saci-Pererê em Cordel, Traquinagens de João Grilo (Paulus). Coordena, pela editora Nova Alexandria, a coleção Clássicos em Cordel, para a qual adaptou A megera domada, de William Shakespeare, selecionado para o PNBE 2009, e O conde de Monte Cristo, de Alexandre Dumas. Parte de sua produção poética foi reunida na coletânea Meus romances de Cordel (Global Editora).

Bibliographic information